WWW . SEGURANCA EM CASA . COM Directório da Segurança Residencial

 ATITUDES ... DE VIZINHANÇA !                          

Relações de vizinhança

Anonimato crescente face aos vizinhos, desconhecimento do nome, de horários, de rotinas entre vizinhos, caraterizam boa parte das relações de vizinhança actuais nos meios urbanos. 


A colaboração entre vizinhos em matéria de segurança não implica a existência de familiaridade. É um assunto de interesse comum! Em muitos países já se percebeu que os cidadãos têm que ser elementos activos na segurança. Não no sentido de formarem “milícias”, mas tomando medidas individuais e colectivas de protecção. 


Nos países do norte da Europa, Canadá, Austrália etc, existem de há muito uma colaboração entre vizinhos que não existe entre nós. E é essa colaboração que é fundamental para aumentar os níveis de segurança residencial. Em algumas zonas existem mesmo placas de aviso para os ladrões informando que existe essa colaboração, que, mais uma vez dizemos, não tem nada a ver com grupos de vigilantes ou milícias privadas.

É algo que deve ser encarado com bom senso, de parte a parte, não se trata de espreitar os vizinhos, trata-se de estar atento aos vizinhos. Não se trata de "meter intrigas", trata-se de informar.

O que se espera de cada vizinho
Cada vizinho deverá estar atento às quebras de rotina dos vizinhos mais próximos, procurando de forma razoável obter uma explicação para ela. Esta atitude deve ser especialmente válida no caso de pessoas que vivem sózinhas ou de idosos.

Cada vizinho deve estar atento a situações incomuns que ocorram na via pública, carros estranhos que circulem de modo suspeito, pessoas a espreitar as residências, etc. No caso de viaturas, devem-se anotar as matrículas e no caso de pessoas, poderá perguntar-se se se pode ajudar em alguma coisa ou pelo menos mostrar de forma bem visível que está a ser observado. Inclusivamente, poderá ligar a um vizinho para que também este apareça de forma bem visível a observar a pessoa ou o carro estranho.

No caso de ausências, os vizinhos devem estar disponíveis para ajudar a manter sinais de ocupação na casa; recolher o correio, colocar caixote de lixo na rua, mudar carro de sítio, etc.

No caso especial das crianças, os vizinhos são muito importantes para garantir a sua segurança, reportando situações aos pais ou intervindo diretamente se se aperceberem de atitudes suspeitas por parte de estranhos.

As imagens abaixo, mostram sinais colocados na via pública que informam os gatunos de que:
"A vizinhança reportará às autoridades qualquer atividade suspeita"
"Se eu não chamar a polícia, o meu vizinho chama"